Arrebatamento Pós

Questão 1 - Mateus 24:29-31

"[29] Logo em seguida à tribulação daqueles dias, o sol escurecerá, a lua não dará a sua claridade, as estrelas cairão do firmamento, e os poderes dos céus serão abalados. [30] Então, aparecerá no céu o sinal do Filho do Homem; todos os povos da terra se lamentarão e verão o Filho do Homem vindo sobre as nuvens do céu, com poder e muita glória. [31] E ele enviará os seus anjos, com grande clangor de trombeta, os quais reunirão os seus escolhidos, dos quatro ventos, de uma a outra extremidade dos céus."

Essa questão foi estimulada pela pergunta dos discípulos, "Que sinal haverá da sua vinda, e o fim dos tempos?" (v. 3). Os discípulos estavam perguntando a Jesus em que fatos deveriam ficar atentos com respeito aos sinais de sua vinda. Jesus continuou descrevendo a Grande Tribulação.

Por que Jesus lhes respondeu primeiro com uma descrição da Grande Tribulação e somente depois anunciou a sua vinda gloriosa nas nuvens - com o som de trombeta e a reunião dos seus eleitos? Por que Jesus não falou de um arrebatamento antes da grande tribulação? A conclusão mais razoável para mim é que a igreja estará aqui ate o fim dos tempos.

Pastor... Jesus falava aos judeus, e esta passagem não se aplica à igreja.

Bem, Jesus estava falando aos discípulos (Mat. 24:3 ), e é verdade que eram judeus. Naturalmente, o evangelho não tinha sido dado aos gentios ainda, todavia, se o fato de Jesus estar falando aos judeus tornassem uma passagem inaplicável a nós (igreja), isso removeria a maior parte do Evangelho, ou seja, praticamente todos os ensinamentos apresentados nos Evangelhos seriam excluídos da doutrina da igreja.

É importante lembrar que os apóstolos (judeus) são os fundamentos da igreja (Ef. 2:20) e a igreja perseverava na doutrina dos apóstolos (At 2:42).

Pense nisso!

Questão 2 - Lucas 17:26-31

Jesus compara a sua vinda como nos dias de Noé e de Ló:

[26] Assim como foi nos dias de Noé, será também nos dias do Filho do Homem: [27] comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e veio o dilúvio e destruiu a todos. [28] O mesmo aconteceu nos dias de Ló: comiam, bebiam, compravam, vendiam, plantavam e edificavam; [29] mas, no dia em que Ló saiu de Sodoma, choveu do céu fogo e enxofre e destruiu a todos. [30] Assim será no dia em que o Filho do Homem se manifestar. [Lucas I 7:6-31, ênfase acrescentada]

Aqui Jesus mostra que Deus veio em juízo no mesmo dia que os Seus escolhidos foram salvos. Então diz, "Assim será no dia em que o Filho do Homem se há de manifestar" (v. 30). Entendemos que "tanto o resgate como a destruição" acontecem no mesmo dia; tanto o arrebatamento da igreja como a vinda em juízo acontece no mesmo tempo. Quando Jesus retornar, isso será "uma esperança bendita" (Tito 2: 13) para aqueles que O conhecem, e juízo para aqueles que não O conhecem (2 Ts. 1:7-8).

Pense nisso!

P.S.; continua...