Lepra Moral

19/07/2020

A LEPRA MORAL

Textos Básicos: Ex4:6-7 e Mc 1:40-41

Deus chamou Moisés para libertar Israel. Moisés estava fisicamente saudável, mas foi necessário que ele visse que existia lepra no seu interior e que não podia confiar na sua própria natureza.

A lepra é uma enfermidade terrível. Porém, poucos sabem que a natureza humana, por ser pecadora, falha, enganosa e perigosa, propicia o meio para o surgimento de outro tipo de lepra, a lepra moral.

Deus mostrou a Moisés que a lepra espiritual está no interior do homem, esperando apenas a oportunidade de se manifestar.

Você já deve ter ouvido falar em consciência cauterizada, insensível, leprosa.

Insensibilidade

Semelhantemente à lepra física, um dos males da lepra moral é a insensibilidade.

Veja como está o mundo. Olhe ao redor. As pessoas estão em total decadência moral. E por quê? Lepra moral. Insensibilidade na consciência.

O ser humano possui uma consciência moral capaz de observar a própria conduta e formular juízos sobre seus atos.

Deus nos deu uma consciência moral

Porque os gentios, que não têm lei, quando fazem por natureza as coisas da lei...mostram a obra da lei escrita em seus corações, testificando juntamente a sua consciência e os seus pensamentos, quer acusando-os, quer defendendo-os. Rm 2:14-15.

A consciência moral aprova as ações boas e desaprova as ações más. Porém...

O pecado habitual leva o ser humano a um endurecimento de coração. Em Hebreus 3.13, o escritor da carta disse:

"Antes exortai-vos uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama Hoje, para que nenhum de vós se endureça pelo engano do pecado".

Será que é possível calar a consciência moral e não sentir mais a culpa pelos atos praticados?

Sim, mas isso é mortal, eternamente mortal.

O pecado contumaz dessensibiliza a consciência moral; o pecado habitual retira do homem a capacidade de sentir a culpa diante de seus erros, de modo que, com o tempo, o pecador não sente mais a necessidade de arrependimento.

Três Grandes Alertas

· Alerta 1: A Dessensibilização da Consciência!

O hábito inveterado de pecar dessensibiliza gradativamente a consciência até torná-la inapta ao julgamento moral dos atos praticados por uma pessoa. A consciência perde a sensibilidade e pode aprovar o que é errado e desaprovar o que é certo. O indivíduo não se sente arrependido diante de um grave pecado porque não considera errada a sua atitude em face de uma consciência que perdeu a sensibilidade moral. (1 Tm 4:2).

  • Alerta 2: O Pecado da Rebelião - Nm 12:1-10

Miriã, a irmã de Moisés um dia ficou leprosa.

A lepra sobre Miriã veio por causa de sua rebelião contra a autoridade de Moisés.

O mais impressionante é que Moisés estava errado, ele havia casado com uma mulher etíope. Mas, o erro de Moisés não conferia autorização para Miriã levantar-se contra ele. O ato de rebelião de Miriã criou uma oportunidade para a lepra manifestar-se em sua carne.

Lembre-se que "toda autoridade foi constituída por Deus" - e Deus, somente Ele, encarrega-se de acertar as contas com as pessoas que investiu de autoridade.

· Alerta 3: O Pecado as Soberba - 2 Cr 26:16-21

O rei Uzias também ficou leproso. A Bíblia diz que "elevou-se o seu coração". 2 Cr 26:16-21

Muitos crescem em soberba/arrogância e se acham superiores aos demais. Essas pessoas pensam sobre si além do que convém e nem sabem que estão espiritualmente com suas consciências leprosas.

Cuidado com a soberba, pois esse pecado derrubou Lúcifer.

A Ajuda de Deus

O SENHOR providenciou o Espírito Santo para ajudar o homem na conservação de uma boa consciência.

É o Espírito Santo quem convence o pecador a arrepender-se de seus pecados. É Ele quem nos concede a graça necessária ao arrependimento genuíno, que inclui: 1-convicção do pecado; 2-sentimento de culpa, contrição e vergonha pelo pecado; 3-confissão da transgressão e por último a 4-conversão - mudança total de atitude.

Homens de dura cerviz, e incircuncisos de coração e ouvido, vós sempre resistis ao Espírito Santo; como o fizeram os vossos pais, assim também vós. At 7:51

Se o pecador, voluntariamente e continuamente insiste em pecar, está resistindo ao Espírito Santo e dessensibilizando a sua consciência moral, podendo esse pecador impenitente chegar a um estado mental reprovável, de endurecimento mental irreversível, de um coração fechado ao arrependimento... vivenciando uma desgraçada condição de juízo diante de Deus. (At 7:51; Ef 4:30; 1 Tm 1:19;4:1; 2 Tm 3:8; Hb 2:15; 6:4-6).

Lembre-se que a lepra física começa com um pontinho vermelho, uma mancha sem importância, mas, passado algum tempo sem tratamento, a carne necrosa, e em alguns casos, caem os pedaços.

Fazendo uma analogia com a vida cristã: às vezes alguma coisa não está bem em nossa vida; surgem sinais de contaminação, de pecado, mas ignoramos e não damos a devida importância. O Pecado é ignorado e pouco a pouco a consciência do pecador torna-se insensível até que a lepra moral prevaleça. O pecador peca e não mais sente o pecado.

Lepra Moral - Não havendo tratamento haverá morte.

A recomendação bíblica é que guardemos a fé com uma consciência moral pura, saudável.

1 Tm 3:9 - Guardando o mistério da fé numa consciência pura.

A Bíblia apresenta recomendações preventivas para a conservação de uma boa consciência.

1-Precisamos analisar e julgar nossos atos e do próximo pelo reto juízo:

Não julgueis pela aparência, mas julgai segundo o reto juízo. Jo 7:24

Porque, embora em nada me sinta culpado, nem por isso sou justificado; pois quem me julga é o Senhor. 1 Co 4:4

O reto juízo vem do SENHOR e está em Sua Palavra, a Escritura Sagrada. Não o que eu acho, não o que eu penso, mas o que diz o SENHOR! Mesmo que o homem tenha uma boa consciência, o julgamento das Escrituras deve prevalecer sempre nas questões da vida.

2-O leproso precisa ir até Jesus

Jesus tocava, curava e reintegrava o indivíduo à vida comunitária em Israel. Assim, quando Jesus curava um leproso, ele não só trazia saúde, mas restabelecia os vínculos afetivos, religiosos e sociais daquela pessoa.

Jesus faz o mesmo com aquele que tem lepra moral. Jesus limpa o nosso coração, remove a nossa imundice interior. Ele nos limpa e nos purifica de toda imoralidade com o Seu perdão.

Jesus Cristo cura, perdoa, limpa , purifica, liberta, restaura, renova, fortalece, edifica e abençoa de diversas formas o pecador que, humildemente, vai até Ele em busca de ajuda.

Conclusão

Cuide de sua consciência moral. Não permita que ela seja dessensibilizada pelo pecado. Não siga o mundo e nem as vozes da multidão. Siga as Escrituras Sagradas. Obedeça ao que está escrito. Não se rebele contra as autoridades constituídas, elas são tratadas pela Autoridade Maior, Deus. Não seja soberbo, seja sempre humilde, dê glórias a Deus em tudo e considere os demais homens, em respeito e amor fraternal. Mas se pecar, vá até Jesus e, em oração, confesse genuinamente o seu pecado, arrependa-se e mude de atitude. Siga a vida em obediência à Palavra de Deus. Esse é o segredo para a cura (I Jo 1:9).

Pense nisso e que Deus nos abençoe rica e abundantemente.